KUNG FU MAO NAN QUAN

O Kung Fu Mao, como um dos estilos que usam técnicas baseadas nos movimentos dos animais, tem o gato (Mao) como animal característico. É um estilo com aspecto de aplicação direta, bastante impacto, energia interna, velocidade e treinamento intensivo.

A formação do treinamento é baseada no estudo e desenvolvimento de alguns sistemas (estilos) distintos que trazem características específicas de aplicação marcial, condicionando o corpo e o espírito para a aplicação das formas do estilo gato.

A princípio são 6 sistemas (estilos) básicos que compõem o Kung Fu Mao, despertando no seu praticante habilidades globais e específicas, visando sempre a aplicação prática e efetiva das técnicas de combate.

 

O fato desses estilos serem considerados básicos não quer dizer que eles sejam estilos inferiores,  pouco eficientes ou de fácil assimilação. Eles compõem a base dos treinamentos e técnicas desenvovidas pelo estilo Mao Nan Quan moldando os seus praticantes através de numerosos treinamentos e rotinas, que mais adiante irão ajudar na compreensão e apropriação das técnicas específicas do estilo gato.

OS ESTILOS BÁSICOS QUE FORMAM O PUNHO DO GATO

Punho Cerrado ou Carneiro

O praticante desenvolve força e resistência física. É baseado no animal carneiro, sendo um estilo robusto que usa movimentos curtos, médios e longos assim como baixos, médios e altos, além de chutes, cabeçadas, joelhadas e cotoveladas, etc tornando todo o corpo uma arma mortal. O punho é conhecido por sua devastação.

Alguns treinamentos específicos para esse estilo envolvem exercícios de respiração, exercícios de força com o peso do próprio corpo e com equipamentos, rolamentos, entre vários outros.

Palma de Ferro

O praticante desenvolve força e contração interna. Os movimentos de palma são curtos, com extremo impacto e dano interno. A palma desenvolve invulnerabilidade natural no praticante que a treina.

Alguns treinamentos desse estilo envolvem técnicas de respiração, exercícios de contração e força interna usando diversos espaços e equipamentos, endurecimento da mão, entre outros.

Tigre

Os movimentos de ataque e defesa do estilo tem um método de usar as mãos em forma de garras, que podem servir para bater, agarrar ou rasgar, entre outras possibilidades. O tigre é conhecido por sua força, com movimentos secos e curtos que utilizam todo o peso do corpo na pata. O praticante desenvolve força e resistência física, posturas baixas, ferocidade e tenacidade. Seu treinamento, dentre diversas outras coisas, fortalece de forma considerável a força nos dedos e antebraço, bem como o fortalecimento ósseo. É conhecido pelos chineses como “espantador de maus espíritos".

Cegonha

A cegonha utiliza movimentos leves e longos, visando sempre os pontos vitais do oponente e atacando esses pontos com força, entretanto, se movendo de forma leve e graciosa. A cegonha é característica por usar a ponta dos dedos unidas em forma de bico para realizar seus ataques. O praticante desenvolve equilíbrio, leveza e precisão dos pontos vitais. Ela fortalece e alonga os tendões além de ser especialista em sair de torções.

Alguns dos treinamentos desse estilo envolvem exercícios que visam a movimentação leve e suave, o fortalecimento e mobilidade da articulação dos punhos, a busca pela precisão nos ataques aos pontos vitais, técnicas de respiração, etc. 

Serpente

O estilo da serpente é executado utilizando as mãos simulando a cabeça de uma serpente. A serpente tem movimentos contínuos, rítmicos e precisos, que se adaptam e envolvem seu oponente, realizando ataques perigosos e súbitos, confundindo o oponente. O praticante desenvolve velocidade, destreza e precisão. 

Dentre os treinamentos desse estilo, temos exercícios de respiração, giros dos braços, treinamento de passos e movimentações específicas, mergulhos, etc.

Louva-a-Deus

O estilo Louva-a-Deus possui as características agressivas de ferocidade e combatividade do inseto. Possui golpes precisos e potentes que são desferidos a curta distância e de forma bastante veloz. Utiliza diversas partes do corpo para atacar, como punhos, dedos, cotovelos e também chutes poderosos, além da capacidade de projetar o oponente ao chão em diversos movimentos. O praticante desenvolve boas posturas, bloqueios e contra ataques. O Louva-a-Deus é paciente e utiliza sempre movimentos duplos em alvos distintos.

Alguns treinamentos desse estilo envolvem o fortalecimento e mobilidade da articulação do punho, calejamento do dorso da mão (muito usada para desferir golpes potentes), exercícios de respiração, entre vários outros.

Please reload

Estilos avançados na linhagem Mao Nan Quan

Dentro da linhagem Mao Nan Quan existem alguns estilos considerados avançados que são estudados com o passar dos anos de treinamento. Dentre eles estão o Leopardo, o Dragão, a Águia, o Carangueijo, o Grou, entre outros, inclusive o próprio Gato.

O fato de serem considerados estilos avançados não significa que estes sistemas sejam melhores que os estilos básicos, afinal todos os estilos de kung fu possuem características extremamente eficientes quando estudados com ênfase, entretanto, são estilos que dentro da metodologia Mao Quan exigem do seu praticante maior maturidade emocional e maior vivência dentro da arte.

Gato

Gato

Leopardo

Leopardo

Grou

Grou

Águia

Águia

Caranguejo

Caranguejo

Dragão

Dragão

 INFORMAÇÕES POR WHATSAPP

(11) 98276-3401

NOSSO EMAIL
NOSSOS HORÁRIOS

2°, 4° e 6° das 19:30 às 21:30

Sábado das 08:30 às 10:00

VOLTE SEMPRE

Aproveite para visitar nossas midias sociais e ficar por dentro do dia a dia da nossa escola.

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ Social Icon
NOSSA MISSÃO

- Kung Fu Tradicional

- Armas tradicionais

- Condicionamento Físico

- Defesa Pessoal

- Equilíbrio Mental e Emocional

- Disciplina

ENCONTRE-NOS

Estamos localizados na

Av. Deputado Emílio Carlos, 398

Bairro do Limão - São Paulo/SP

CEP: 02720-000

 

© 1998 | 2020 - Instituto Mao Lee Chi | Todos os direitos reservados

Grou

Grou