Grão Mestre Ronaldo Cândido Ferreira

Subentende-se que em virtude da Revolução Cultural (1966-76) houve demanda de chineses que fugiram por diversos motivos, sejam políticos, ideológicos ou pessoais e que muitos chegaram ao ocidente de forma ilegal usando alguns países como ponte para chegar aos EUA.

Por volta de 1966 chega ao Brasil um camponês, imigrante chinês, filho de colhedores de arroz na região agrária onde morava na província de Chongqing (centro da China), conhecido como Sr. Peng.

Trabalhando como ajudante para carga e descarga em uma empresa de transporte no interior do estado de São Paulo, em uma de suas passagens pela região de Ribeirão Preto, em Cajuru conheceu um menino de 13 anos chamado Ronaldo, que tinha ido morar com sua avó.

Nascido em 16 de abril de 1953, em São Paulo capital, Ronaldo Candido Ferreira, iniciou seus conhecimentos marciais em 1963 através da pratica do judô, tendo como primeiro professor seu pai, Manoel Candido Ferreira. Aos 12 anos de idade, começou a trabalhar na Rua Santa Efigênia, em São Paulo-SP , onde treinou Karatê através de seu patrão, Sr. Joaquim Regis Neto.

Após presenciar um treinamento de Karatê do então menino Ronaldo, Sr. Peng o convidou para um “jogo” (contato de técnicas), começando a partir daí, a transmitir as técnicas de combate guardadas pela sua família ao jovem Ronaldo. Sr Peng falava pouco português, dificultando o diálogo entre eles, mas relatou de forma muito simplória que havia aprendido com um familiar da região de Yunnan, tendo características da arte de luta militar.

“Mao Quan" na verdade é um termo que ficou conhecido aqui no Brasil como um conjunto de técnicas que foi ensinado pelo Sr. Peng ao na época, jovem Ronaldo, técnicas essas que têm base em outros estilos do centro / sul da China, e que preserva características distintas de aplicação.

Essas técnicas são provenientes da região de Yunnan, Chóng qìng, Sì chuan e Guang xi, algumas eram técnicas conhecidas e tradicionais como tigre, louva-a-deus e dragão, mas outras um tanto exóticas como o próprio gato, caranguejo e pato. De início não existiam taolus e sim aplicação diretas e práticas.

Esse contato direto durou um curto período de tempo, pois Ronaldo mudou-se para São Paulo, mas continuava indo periodicamente para Cajuru para apresentar e atualizar seus ensinamentos. Após alguns anos em determinado momento, ao ir para esta cidade, mestre Ronaldo perdeu o contato do Sr. Peng e nunca mais soube de seu paradeiro, entretanto em uma das ultimas vezes que treinou com ele foi presenteado com um rascunho com um ideograma, o qual só foi romanizado anos depois como sendo Mao (gato) por isso o estilo recebeu a denominação de "mao quan" (punho do gato). A partir de então direcionou seus treinamentos a exercícios internos, principalmente exercícios de respiração e aplicações de combate.

 Em 1975 um amigo de Ronaldo, admirado com o seu potencial, conversou com o seu mestre Thomas Lo (Lo Siu Chung) sobre as técnicas vistas. Mestre Thomas Lo o convidou para um chá e pediu para que demonstrasse seus exercícios de respiração. Aproveitando o momento, mestre Ronaldo lhe mostrou técnicas e aplicações. Mestre Thomas Lo ficou impressionado e qualificou a arte como antiga e quase extinta na própria China, indicando, além da complementação de seus conhecimentos com técnicas avançadas de respiração e concentração, a elaboração de métodos de ensinamento e preservação deste estilo de Kung Fu.

Desde então, o Sr. Ronaldo adaptou uma metodologia à vivencia marcial que ele já possuía para lecionar as técnicas de Kung Fu Mao Quan que tem como forma básica os 6 técnicas (Punho Cerrado, Palma, Tigre, Cegonha, Louva-Deus, Serpente) e 7 técnicas avançados, para completar todo o sistema Mao Quan que tem como característica principal o uso das articulações, respiração e uso da energia “Qì” em todos os movimentos com explosão.

Treinou junto com seus 2 irmãos, Rodolfo e Rogério até fundar a 1ª Escola de Kung Fu Mao Quan em 10 de outubro 1977 na cidade de Osasco (grande São Paulo). Por volta de 1984, Ronaldo passou a residir em Fortaleza CE, passando a vir periodicamente para São Paulo para ver a família e continuar o treinamento dos seus alunos mais velhos, isso ocorreu até 2004, quando retornou em definitivo a São Paulo.

Atualmente o Grão Mestre Ronaldo Cândido ministra treinos periódicos para seus alunos mais avançados (Mestres e professores do estilo Mao Quan) no município de Carapicuíba e eventualmente para os alunos de seus alunos, mantendo a chama do estilo acesa  e transmitindo diretamente a essência do estilo Mao Quan para as novas gerações.

KUNG FU MAO QUAN NO BRASIL